terça-feira, 15 de maio de 2012

Novidades Leica para 2012

Aproveitando a onda da câmera mais cara do mundo vendida recentemente, hoje escrevo sobre os recentes lançamentos desta marca que é a mais mítica da história da fotografia. Um deles é a compacta V-LUX40 que é uma versão da Panasonic ZS20 com design levemente diferente e a inclusão dos softwares de edição Adobe Photoshop Elements 10 e Adobre Premiere Elements 10. Para conhecer as especificações técnicas da V-LUX40 aqui. Custará 700 dólares no exterior, mais que o dobro da irmã gêmea da Panasonic.
Leica X2/Divulgação
A Leica X2 é a sucessora da compacta X1 de sensor APS-C e objetiva fixa de 35mm. Agora ela possui uma objetiva Elmarit com 36mm de distância focal e abertura f/2.8 e o sensor CMOS passou dos 12 para os 16MP. Possui sapata para flash e uma bateria muito durável de 450 fotos por carga. Um fetiche caríssimo que inspirou a sensacional Fuji X100: 2 mil dólares e está disponível nas cores preto e prata.
M9-P Hermès/Divulgação
A série mais lendária da Leica ganha duas novas representantes: A M9-P Edition Hermès, uma edição de luxo que leva o nome de uma grife francesa parceira de alguns anos da Leica, e a M Monochrom que só faz fotos em preto e branco, como o nome sugere. As especificações da M9-P vocês conferem aqui mas atenção aos preços: O kit 1 incluindo uma objetiva Summilux 50mm f/1.4 custa 25 mil dólares e tem tiragem limitada de 300 unidades, enquanto que o kit 2 chamado de Série Limitée Jean-Louis Dumas custa 50 mil dólares e tem tiragem limitada a apenas 100 unidades no mundo todo.
M9-P Hermès Série Limitée Jean-Louis Dumas/Divulgação
A Monochrom merece um parágrafo à parte. Com um sensor Full Frame de 18mm que capta apenas preto, branco e suas nuances é bem provável que as imagens capturadas por esta câmera sejam as mais nítidas possíveis por dispensar o uso de filtros de cor e os pixels devem produzir muito menos ruído mesmo usando ISO 10000. É um fetiche só para quem tem muito dinheiro sobrando e aprecia demais as fotso p&b a ponto de gastar quase 8 mil dólares, só o corpo.

Leica M Monochrom/Divulgação
Pra finalizar, uma nova objetiva para a baioneta M, a APO-Summicron-M 50mm f/2.0. Possui abertura mínima f/16; diafragma de 11 lâminas criando efeitos de desfoque inigualáveis; construção interna com 8 elementos em 5 grupos; o diâmetro do filtro é de 39mm; pesa 300 gramas e mede 4.7cm; toda feita em metal. Seu preço inicial é de 7 mil dólares.

APO_Summicron-M 50mm f/2.0/Divulgação
 
Fontes: Techshout
            Engadged
            PetaPixel
            Site Oficial Leica
            Gizmodo Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

4 comentários:

  1. Eu estava pensando em escrever a notícia, mas demorei. Ficou muito bom, acho que melhor do que eu faria. rs

    Faltou um link:

    http://us.leica-camera.com/photography/m_system/m_monochrom/

    Aqui tem um artigo de quem usou a Leica M Monochrom:

    http://www.slack.co.uk/slack/Monochrom.html

    E acho que o preço da lente está errado. 7.00? Não seria 7 mil dólares?

    Escrevi um artigo sobre sensores digitais, em especial sobre como deve ser um monocromático em relação ao colorido:

    http://jgoffredo.blogspot.com.br/2012/05/pensamentos-sobre-uma-camera-difital-p.html

    ResponderExcluir
  2. A Leica cobra 700 dólares numa compacta que nem tem sensor APS-C ou próximo disso (como a Canon G1 X)? Mais uma prova de que confiam demais na marca e superestimam o que ela faz!

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil