domingo, 30 de dezembro de 2012

Autorretrato de Munch pode ser vendido e gera polêmica

O autorretrato de Edvard Munch deve ser vendido para o Centro Pompidou.

Localizada em Oslo, o Museu Munch pediu ao governo local uma autorização para vender um autorretrato do artista Edvard Munch (1863-1944) - artista expressionista norueguês - ao Centro Pomdidou, em Paris. O pedido provocou protestos da comunidade artística do local.

Edvard Munch (1863-1944) em seu autorretrato no jardim de sua casa.

Munch deixou a maior parte de sua obra para o Estado norueguês através de uma doação, e em seu testamento manifestou o desejo de nunca separar os trabalhos. A imagem que pode ser vendida é uma fotografia tirada pelo próprio artista em seu jardim em Ekely - Noruega, por volta de 1930.

O pedido do Museu Munch é uma tentativa de arrecadar fundos para o aniversário de 150 anos do nascimento do artista, que acontece em 2013.

Oferecendo 30 mil euros (R$ 82mil) pela imagem, o Centro Pompidou é o principal comprador, mesmo com a venda ainda não autorizada pelo governo local.

O argumento do museu para autorizar a venda é de que a obra ficara exposta em Paris, arrecadando mais apreciadores do trabalho do artista, já o governo norueguês, sugere que a obra seja apenas empresta por um tempo determinado ao Pompidou, evitando assim a separação das obras da coleção com vendas futuras.

Fonte: Folha de S.Paulo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil