quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Irina Ionesco é condenada por fotografar a filha nua

Na última segunda-feira (17), a polêmica fotógrafa Irina Ionesco foi condenada por um tribunal de Paris a pagar uma indenização de € 10 mil (R$ 27,6 mil) por danos e atentado ao direito da imagem e à vida privada de sua filha, Eva, além de ser obrigada a entregar os negativos das imagens em que ela aparece nua quando tinha entre quatro e 12 anos.

Desde a década de 1970, os trabalho de Ionesco causam polêmica por mostrarem Eva nua e de forma erotizada quando ainda era criança. A própria Eva levou a mãe a justiça. Segundo ela, Irini a fazia posar três vezes por semana, durante dez anos mediante a chantagem emocional: "Se eu não posasse, não ganharia vestidos. E, sobretudo, não a veria," conta.

O caso chegou ao cinema, com o filme "My Little Princess" (Minha Pequena Princesa), realizado pela própria Eva Ionesco e com Isabelle Huppert no papel de Irina. O longa descreve uma relação perturbada de mãe e filha, que terminou dois anos depois da exposição "Eva: Eloge de Ma Fille", em 1975, com a passagem da custódia de Eva para a família do estilista Christian Louboutin.

Eva fotografada por sua mãe, Irina Ionesco (Reprodução)
Fonte: Folha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil