domingo, 20 de janeiro de 2013

A redescoberta do nu, na fotografia de Nadav Kander

Isley lying with two white mice, 2010
Em uma época em que "tudo está mudando, tudo está em movimento", o fotógrafo Nadav Kander tem procurado encontrar momentos de reserva, reverência e vulnerabilidade humana em sua mais recente série, "Bodies: 6 Women, 1 Man", que estreou na última semana na Flowers Gallery, em Londres, e que será publicada pela Hatje Cantz ao final deste mês.

Em entrevista recente à Time, Kander disse que o seu trabalho em Bodies - com figuras brancas, suaves lançados contra um fundo completamente preto - serve, em parte, como uma homenagem visual para história da fine-art. Mas as formas de alabastro, nus e indefesos, também comunicar motivação subjacente Kander como fotógrafo: capturar "os paradoxos da condição humana."

"Eu não gosto de ignorar que há beleza sem imperfeição ou que não há saúde sem doença", diz Kander. Essa interação entre o perfeito eo imperfeito, os puros e os corruptos, sugere uma verdade elementar - uma verdade que é fundamental para a estética Kander e método.

A gama do trabalho de Kander se estende muito além do retrato íntimo: a sua fotografia documental, por exemplo, já recebeu prêmios - mais notavelmente "Yangtze: The Long River", que ganhou o Prix Pictet, prêmio de fotografia e sustentabilidade em 2009. Com Bodies, no entanto, ele voltou a um tema que às vezes pode parecer arcaico, como se abandonado muito a sua área.

"Nos últimos anos, os fotógrafos se afastaram do nu", disse Kander, observando que o processo tornou-se quase "nostálgico". "Eu queria trabalhar com o nu de uma forma nova."

Como se abraçando o tema do paradoxo, o "caminho novo" de Kander exigiu olhar para o passado distante da arte.

"A mistura de pó e creme [aplicada aos sujeitos] serviu como gentil referência às pinturas renascentistas", explicou à Time. Em pouco tempo, e apesar de sua reverência evidente por seus antecessores, tanto na pintura e imagens, o seu projeto evoluiu para uma amálgama fascinante: belas-artes fotografias que sentiram menos uma vez profundamente familiar e totalmente distinto de qualquer coisa que possa ter vindo antes.

Veja mais fotos.

Fonte: LightBox
Texto: Adam McCauley

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil