quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Diferenças entre o Sb-900 e o Sb-910


Olá leitores do Resumo Fotográfico, meu nome é Bruno Barbosa Muniz e estou aqui para compartilhar um pouco de conhecimento com todos vocês!

Bom, eu queria começar dizendo que não possuo o Sb-910, mas pesquisei muito antes de escrever esse artigo pra vocês. O Flash Sb-910 não foi lançado tão recentemente (final de 2011), mas creio que passou despercebido por muitos durante algum tempo porque tudo que é lançado demora a chegar no Brasil.

Enfim, existem algumas diferenças que não são notadas somente olhando para o flash, mas que devem ser levadas em consideração. Vamos lá:
  1. Quando colocados em comparação em relação à quantidade de disparos em intervalos de menos de 1 segundo o Sb-900 disparou 50 vezes e entrou em “modo de proteção contra superaquecimento”. Já o Sb-910 disparou 200 vezes e ainda continuou com o “termo medidor” em 1/3 de sua capacidade máxima. Esse ótimo desempenho se dá pelo novo sistema (Thermal Cut-Out function) que o Flash abriga para evitar que o mesmo se superaqueça com poucos disparos. Isso em minha opinião foi onde o Sb-910 saiu ganhando de “lavada”.
  2. Você consegue um uso bem melhor da bateria com o Sb-910 do que com o Sb-900.
  3. Ele tem total e perfeita integração com o Sistema de Iluminação Criativa da Nikon (CLS), que permite a você controlar até 3 grupos de flashes remotos (X, Y e Z).
  4. O Sb-910 ganhou um botão “Menu específico” e botões iluminados, que ajudam muito em situações onde você vai trabalhar com pouca iluminação. Até você se acostumar onde fica cada botão é de grande ajuda.
  5. O Sb-910 apresenta uma iluminação auxiliar para AF multi-ponto, função inexistente no Sb-900.
  6. Em termos de Design o Sb-910 é pouco maior (diferença desconsiderável) e a diferença do peso é de somente 5 gramas, tendo o Sb-900 415g e o Sb-910 420g.


Eu coloquei o novo Sistema contra superaquecimento em primeiro, pois acho que deve ser o item a ser priorizado na hora da compra. Lembro-me de várias pessoas reclamando que Sb-900 esquentava rápido se usasse pilhas recarregáveis, e pelo que parece esse problema é inexistente ou bem minimizado no Sb-910.

Bom, espero que eu tenha sido claro e esclarecido a dúvida de todos. Boas fotos!

Fotos: Nikon Rumors

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

2 comentários:

  1. Lembrando do que sei de eletrônica, e observando os itens 1 e 2, desconfio que reprojetaram a fonte chaveada que gera alta tensão para fazer a carga do capacitor, e também podem ter diminuído as perdas o circuito que aplica a corrente na lâmpada, o que diminuiria o calor.

    Melhorias nestes dois circuitos acima fariam uma redução do aquecimento e um menor consumo de energia, aumentando a duração das baterias.

    Podem também ter melhorado a dissipação de calor, que mesmo não fazendo a pilha durar mais, melhora a questão do superaquecimento.

    Mas nem todos os fotógrafos tem problemas com aquecimento no SB-900. O problema só acontece com muitos disparos potentes em curto tempo. Estes flashs são MUITO potentes, mas parece que os projetistas subestimaram a inabilidade de muitos fotógrafos quando projetaram o SB-900. Se abrir um pouco o diafragma, aumentar um pouco o ISO, você já resolve o problema de superaquecimento.

    ResponderExcluir
  2. Detonou...Profissionais de verdade não costumam ter este tipo de problema banal.

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil