domingo, 17 de março de 2013

As memórias da morte


Em 2010, a modelo brasileira Raquel Zimmermann posou para Mario Sorrenti em um ensaio para a revista Vogue Nippon chamado Darker is The Memory. As fotos foram feitas em locações da cidade italiana de Nápoles, aproveitando cenários urbanos e a antiga arquitetura do lugar. 

Sorrenti explora locais com uma discreta decadência e mistura elementos religiosos à cena, como esculturas de santos, ou que evoquem a morte como na cena em que Zimmermann parece estar em uma catacumba (foto da postagem). A elegância das vestes de seu luto e da sua postura destoa de forma interessante das cores nas cenas e das locações desgastadas.

Zimmermann encarna o que parece ser uma viúva, melancólica e ensimesmada, entretanto, mesmo nesse contexto, sua lânguida figura revelada através de rendas negras transmite uma sensualidade taciturna, severa. Nota-se a presença de um extremo contraste entre seus trajes escuros e sua pele pálida, que fica sempre à mostra por entre as transparências ou nos decotes e no uso de mini-saias. Seja qual for a perda que ela interpreta lamentar, definitivamente não é a da elegância já que perambula por ruas e por dentro de velhos prédios com roupas requintadas, o que nos faz lembrar que são imagens de um editorial de moda.

Para ver o ensaio completo, clique aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil