quinta-feira, 10 de outubro de 2013

A tríplice da psique feminina na obra de Luiza Prado


A série intitulada "Tríplice" da fotógrafa paulistana Luiza Prado é uma junção de referências em busca do auto conhecimento e uma reflexão sobre conceitos míticos sobre a mulher.

O nome refere-se à figura da "Deusa Tríplice", divindade pagã de uma época e comunidade onde o domínio era matriarcal e que faz menção à polaridade feminina e seus diversos arquétipos: A Anciã, a Mãe e a Donzela e que também faz alusão direta às três fases da Lua.

Suas obras tem como principal objetivo discutir padrões, dogmas e princípios impostos às mulheres por uma sociedade opressora, em contraponto com os inúmeros e ainda desconhecidos aspectos da Deusa Tríplice refletidos na mulher contemporânea.

A Tríplice são arquétipos da psique feminina, figurativamente uma ideologia que vai de contraponto ao culto da desinformação e de crenças e signos destinados a mulher como produto e não pessoa.

"Somos Donzelas, Mães e Anciãs, nós mulheres que estamos nesta guerra silenciosa, ao mesmo tempo que somos a Donzela que ainda luta para 'ser' somos a Anciã que luta para deixar o bem e a esperança de uma sociedade igualitária para as próximas gerações."

A série encontra-se em exposição na Galeria Koi, na Rua Ipiranga, nº 125 - Vl. Ema, sala 3. De segunda a sexta das 10h às 18h.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Luiza Prado, acesse: luizaprado.nu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil