sábado, 26 de outubro de 2013

Conheça algumas cidades da Europa especiais para serem fotografadas

Viajar e não tirar muitas fotos pode até ser a escolha de alguns turistas, mas eles correm o risco de se sentirem arrependidos ao voltar para casa. Você não precisa deixar de viver momentos intensos para fotografar, é possível aliar as duas coisas durante uma viagem.

A Europa, por exemplo, tem cidades tão lindas que seria um desperdício deixar de fotografá-las. São admiráveis por todos os ângulos e, por mais que já tenham sido visitadas infinitas vezes, admitem novos olhares e cliques. Entre exemplos desses lugares estão três grandes destinos dos viajantes pelo mundo: Londres, Barcelona e Paris. Neste post, falaremos sobre eles.

Confira com o consulado do seu país de entrada se o visto é necessário para passar pela Imigração. O território pode ter um acordo diplomático com o Brasil e você pode economizar tempo, dinheiro e paciência com essa burocracia. Alguns países europeus pedem seguro-viagem, exigido no momento em que o turista chega ao aeroporto. Mas não é toda a Europa que exige o contrato – veja a lista.

Londres

A arquitetura de Londres mistura uma história que vem desde o Império Romano com modernas construções. O bairro de negócios City sintetiza bem essa ideia. Lá está, por exemplo, a Tower Bridge, localizada próximo ao prédio high tech conhecido como Pepino, projeto do arquiteto Norman Foster.



É possível tirar belas fotos em cima de um dos barcos que fazem tour pelo Tâmisa. O rio dá acesso a muitos pontos turísticos e mostra uma perspectiva diferente para quem faz cliques durante o passeio.

Camden Town é um antigo reduto punk que recebe aglomerados de turistas todos os dias. Aconselha-se chegar cedo para aproveitar melhor a região. Nos fins de semana, há vários mercados vendendo roupas, antiguidades, discos, comida e todo tipo de quinquilharia existente.



Em Brick Lane, você encontra uma grande variedade de restaurantes indianos, bengaleses e paquistaneses.





Um passeio interessante é o de andar pelas obras que o artista de rua Banksy espalha pela cidade. São inúmeras intervenções e, como a maioria dos trabalhos de Banksy é transitória, pergunte a locais onde estão os graffiti que ainda não foram apagados ou removidos.



E, claro, há os pontos mais populares da cidade: o Museu Britânico e o de História Natural, o Tate Modern, o London Eye, o Big Ben e muitos outros.

Barcelona

Quem caminha pelas ruas de Barcelona e presta atenção em seus detalhes, consegue enxergar novidades a cada esquina. A arquitetura da cidade esconde pequenas surpresas, reveladas aqui e ali aos visitantes mais observadores.



Em Barcelona, é obrigatória a ida às obras de Antoní Gaudí, o mais importante escultor catalão. Suas construções mais icônicas são a Sagrada Família, a Casa Batlló, o Parque Güell e Casa Milá (também chamada de La Pedrera).





No centro histórico, arquiteturas modernistas e medievais se misturam. O bairro gótico, por onde você pode passear e “se perder” nas ruazinhas, é responsável por uma grande concentração de obras da Idade Média.

Entre os principais museus estão a Fundação Joan Miró e o Museu Picasso, com coleções desses artistas, além do Museu Nacional de Arte da Catalunha. Explore a cidade com sua câmera e leve sempre como referências de localização a orla e as montanhas.





Paris

Os fotógrafos amam pontos tradicionais de Paris como a Catedral de Notre-Dame, a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, o Pompidou e o Museu d'Orsay. Mas a cidade tem muito mais espaços a serem descobertos.

Existem por lá mais de 400 parques e jardins e, para além das áreas verdes, outros locais como o polo gastronômico Madeleine, onde cenas do dia a dia do parisiense podem ser observadas.






Cercada por galerias e graffiti, a Dénoyez é uma rua para os que gostam de conhecer outro lado da cidade. Já Basílica de Sacré Cœur, em Montmartre, é superconcorrida, mas vale a pela incrível vista Paris e os charmosos restaurantes das redondezas. Ao pé da basílica fica Pigalle, cujos cabarés, como Moulin Rouge, imortalizaram a noite parisiense.





Os cemitérios – Montmartre, Père-Lachaise e Montparnasse e outros tantos – também são bons programas. Nas lápides, não raro se encontram esculturas belíssimas, junto a grandes nomes da filosofia, literatura, música e artes plásticas. Parece fúnebre, mas não é. Vale fazer uma visita ao túmulo de sua figura histórica preferida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil