sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

3 dicas para "descondicionar o olhar"

Quando começamos a fotografar, somos naturalmente levados a capturar imagens que estão colocadas em nosso inconsciente coletivo, registrando cenas que são comuns para diversas pessoas. São fotos que, mesmo inéditas, passam a sensação de já tê-las vistas antes.

O fotógrafo, pedagogo e psicólogo paulistano Claudio Feijó acredita que o clichê seja necessário. Segundo ele, "às vezes, é preciso imitar até se esgotar para que algo mude internamente". Mas Feijó ressalta que essa é uma busca pela aceitação do fotógrafo pelo grupo social e que individualizar-se é um processo duro.

"Deixe que a técnica ou a falta dela tenham domínio sobre você e não tente dominar a técnica."

Veja alguns exercícios propostos por Feijó para "descondicionar o olhar":

  1. Fotografar sem olhar no visor (foto cega). Escolha uma cena que goste, mas tire a foto do ponto de vista da nuca e sem olhar.
  2. "Aquilo deu nisso". Faça duas ou mais fotos, a primeira bem convencional e a outra, do mesmo tema, mas de uma forma que não respeite as "regras fotográficas".
  3. Faça fotos tremidas e/ou fora de foco.
MAFRA, Alcides. Baita Clichê. in Photo Magazine. Editora Photos, Dez/Jan 2011. p. 22-27.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil