quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Fotógrafo retrata os efeitos da mineração de prata no Peru

Para o projeto "Mining in Paradise" (Mineração no Paraíso), o fotógrafo Danny Veys viajou para Cerro de Pasco, uma cidade do Peru a 4380 metros de altitude. Esta cidade é um importante centro de mineração no centro do país. Por um tempo, ela foi a maior área de mineração de prata no mundo. Embora ainda seja um importante centro de mineração de prata, hoje em dia ele extrai principalmente chumbo e zinco.

A céu aberto, 'Raul Rojas' tem uma profundidade de 400 metros, divididos em faixas de dez metros de largura. Devido à extracção, os veios de dez metros de profundidade e com um diâmetro de 30cm são formados. Nestes dois eixos, explosões violentas são realizados duas vezes por dia. Isto tem um impacto sobre a cidade inteira, porque as vibrações têm um grande alcance. Nas ruas você encontra sinais que anunciam os horários das explosões: 11:00 e 15:00. Embora as explosões causem uma série de danos às casas, a empresa se recusa categoricamente a assumir as suas responsabilidades sociais.

Há anos, Veys tem atuado em regiões mineradoras em países como Bélgica, Ucrânia, China, Mongólia e Peru. Sua expressiva fotografia em preto e branco e seu compromisso de longo prazo com a questão garante a qualidade e o impacto de seu trabalho.










Fonte: Coalface

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil