sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Nova política mundial da Reuters proíbe fotografias em RAW


A Reuters implementou uma nova política mundial para fotógrafos freelance que proíbe fotos processadas a partir de arquivos RAW. A partir de agora, os fotógrafos devem enviar apenas fotos salvas originalmente em suas câmeras como JPEG.

O anúncio foi feito essa semana aos fotógrafos freelance por esse breve e-mail do editor de fotos da Reuters:

Olá,
Eu gostaria de fazer um pedido aos nossos colaboradores freelance em virtude de uma mudança de política no mundo inteiro. Futuramente, por favor não enviem à Reuters fotos processadas a partir de arquivos RAW ou CR2. Se quiserem capturar fotos raw, não há problema, basta capturarem JPEGs ao mesmo tempo. Enviem apenas as fotos originalmente em JPEG, com o mínimo de processamento (corte, correção de nível, etc).

Um porta-voz da Reuters disse que a decisão foi tomada para aumentar tanto a ética quanto a velocidade de transmissão. “Como testemunhas de eventos cobertos por jornalistas dedicados e responsáveis, as fotos da Reuters devem refletir a realidade. Ao mesmo tempo em que buscamos fotos da mais alta qualidade estética, nosso objetivo não é interpretar artisticamente a notícia.”


A restrição que permite apenas JPEGs originais também reduzirá o tempo que as fotos levam da câmera até o cliente, diz a Reuters.

“Velocidade também é muito importante para nós. Portanto, pedimos aos nossos fotógrafos que deixem para trás processos trabalhosos e demorados para que nossas fotos cheguem mais rapidamente aos nossos clientes.”

Fotos RAW permitem mais flexibilidade no pós-processamento; então, com base na nova política, parece que a Reuters considera fotos processadas a partir do formato RAW mais suscetíveis de distorção da verdade

Fonte: PetaPixel

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

1 comentários:

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil