quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Fotógrafo registra onça-pintada atacando jacaré no Pantanal

Onça-pintada ataca jacaré dentro d'água (Foto: Ernane Junior/G1/Reprodução)

Ernane Lacerda Oliveira Junior é dentista e fotógrafo de natureza. O morador de Várzea Grande (MT) divide a rotina entre o consultório e viagens ao Pantanal para registrar a fauna brasileira.

A fotografia começou a fazer parte da vida de Ernane quando ele ainda estava na faculdade. “Em 2002, comecei a fazer aula de fotografia odontológica com meu professor Mike Bueno, um dentista também apaixonado pela natureza. Em 2009 ele me chamou para fotografar no Pantanal e desde então eu nunca mais parei”, conta.

Mas a relação do fotógrafo com as terras pantaneiras vem de longa data. “Eu vou para o Pantanal desde os meus seis anos de idade. Meu pai é pescador e aprendi a admirar a pescaria e o meio ambiente com ele. Hoje, troquei a pescaria pela fotografia.”

A cada miniexpedição realizada para a maior planície inundável do mundo, uma surpresa. A riqueza da fauna se mostra das mais variadas formas, seja pela ave-símbolo da região, o tuiuiú, ou ainda por grandes predadores como os jacarés.

Mas quem faz o coração do fotógrafo acelerar de emoção e fascínio é outro gigante: a onça-pintada. O dentista já pôde observar o felino mais de 80 vezes e garante que a emoção de encontrá-lo é especial. “É o único bicho que sinto emoção como se fosse a primeira vez. É muita adrenalina; chego a tremer de emoção.”, acrescenta.

Há pouco tempo, o dentista registrou uma das mais belas cenas de predação do Pantanal, o momento certeiro em que a onça-pintada ataca um jacaré dentro d’água.

“Ela estava nadando em um bracinho curto e raso do rio e estávamos acompanhando o animal. De repente, sem querer, ela esbarrou em um jacaré e logo o atacou. Foi muito rápido. A predação durou no máximo um minuto. Ela abocanhou o réptil e o arrastou para a margem, onde finalizou o ataque com mais uma mordida. Foi uma cena impressionante de ver”, lembra.

Este não foi o único flagrante de predação que Ernane observou no Pantanal. Cliques como o da garça-moura com uma pacupeva no bico, arara-zul se alimentando e uma ararinha mordendo um peixe também fazem parte do portfólio do dentista.

Recentemente, Ernane Junior e Mike Bueno estiveram na França participando do Festival Montier de Fotografia de Vida Selvagem.

do G1

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil