sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Fotojornalista é baleado durante conflito na Cracolândia

O repórter fotográfico Dário no momento em que foi socorrido (Foto: Sebastião Moreira/Agência EFE)

Um confronto no início da tarde de quinta-feira (23) na Cracolândia, no centro de São Paulo, terminou com cinco policiais, alguns usuários e dois fotógrafos feridos.

De acordo com as informações da Folha de S. Paulo e nota da Secretaria de Segurança Pública, a polícia do patrulhamento realizou abordagem na rua Helvética com a rua Dino Bueno. Um grupo de pessoas teria reagido com depredação e fogo e os policiais responderam com bombas de efeito moral e balas de borracha.

O repórter fotográfico Carlos Gildário Lima de Oliveira, conhecido como Dário Oliveira, fazia a cobertura para a agência Código 19 quando foi atingido na perna direita por um tiro de arma letal. Ele foi levado à Santa Casa, sendo atendido no pronto socorro. O profissional passa bem.

Salvo pelo telefone celular

Marcelo Chello, fotógrafo da agência Framephoto que também registrava a ação, foi atingido na mesma hora que Oliveira. A diferença é que a bala que acertaria sua perna parou no celular, no bolso esquerdo de sua calça jeans. A peça de roupa ficou furada e o celular destruído, mas Chello não se feriu gravemente.



A ARFOC-SP - Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de São Paulo, repudiou violência contra jornalista no exercício da profissão. “Solicitamos às autoridades providências urgente no sentido de identificar e punir o autor dos disparos contra os jornalistas. Repudiamos a violência contra o jornalista no exercício da profissão”, afirmou a entidade em nota.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil