domingo, 5 de fevereiro de 2017

Sandy Kim compartilha seu trabalho mais íntimo até hoje

Analog Brain recria o seu estúdio e oferece acesso não filtrado à sua vida - de sessões fotográficas anteriores ao seu computador pessoal

Brad Elterman/Purple.fr 

Sandy Kim tem conquistado notoriedade por suas fotos espontâneas e muitas vezes de nus de amigos e modelos, tiradas em Nova York e São Francisco. "Intimo" é uma maneira de descrever o seu trabalho - ela já compartilhou fotos de manchas nos lençóis de seu próprio sangue menstrual, bem como de amigos em festas ou relaxando semi-nus em seus quartos. Ao longo dos últimos anos, Kim também fez a transição para o mundo da moda fotografando campanhas para marcas como DARKDRON e Iceberg. Agora, depois de se mudar para Los Angeles, ela retorna com tudo isso em uma nova mostra intitulada Analog Brain, em cartaz na Little Big Man Gallery.

A série é um reflexo de sua prática fotográfica criativa e não-binária. Produzida inteiramente sem intervenção digital, seu trabalho abrange a imperfeição bagunçada, o "erro" e a aberração. Nascida em Monterey, na Califórnia, a infância e a adolescência de Kim foram marcadas por constantes movimentos para cima e para baixo na Costa Oeste, e após a formatura Kim continuou seu movimento itinerante para Nova York e para trás. Analog Brain, reflete a representação inquieta da vida de Kim, comunidade e ambientes. Composto por retratos, paisagens e quadros de luz iluminados de filme de 35mm, a sua diversidade de imagens é conectada por uma intuição analógica ausente em uma sociedade digital totalmente conectada.

"Às vezes eu só consigo a foto perfeita quando não estou pensando. Às vezes, quando eu tento tirar uma foto perfeita, sai uma foto de merda. Com o filme, você nunca sabe." - Sandy Kim

Analog Brain também marca o retorno de Kim à instalação. No local foi feita uma recreação do estúdio da fotógrafa, pelo qual os visitantes são encorajados a explorar seus arquivos. Sua área de trabalho está em exibição, completamente desbloqueada, e mais uma conexão de desenho com as imagens de Kim e seu impulso diarístico para expor sua ambição e aspirações internas.

"Esta é a minha primeira vez criando algo com a qual as pessoas podem interagir e experimentar." conta Kim. "Todas as fotos que eu tirei ao longo dos anos estão coladas nas paredes. Fotos de quando eu estava em São Francisco, imagens de festas, paisagens... Alguém chamou isso de parede dos meus maiores sucessos. Também está incluído o meu computador - eu pensei que as pessoas iriam olhar para algumas fotos, mas as pessoas estavam indo para ele. Eu não filtrei ele antes da abertura, então eu tinha faturas lá e as pessoas estavam passando por meu histórico de pesquisa. Não houve uma única vez na abertura que o computador estava livre."
Fotos: Gabriela Forgo/Purple.fr 













Para conhecer melhor o trabalho de Sandy Kym, acesse: www.sandykim.com.

Fontes: Dazed e Purple.fr

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil