terça-feira, 28 de março de 2017

Saiba como foi o 7º Festival de Fotografia de Tiradentes

Exposição "Oriente Risco", no Centro Cultural Yves Alves

O Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta concluiu a sua sétima edição no último domingo, 26 de março. A histórica cidade mineira foi palco de inúmeras exposições, workshops, palestras, debates e atividades educativas sobre a arte da fotografia desde o dia 22 e recebeu milhares de pessoas entre interessados e profissionais no assunto.

Aconteceram, ao todo, nove exposições, de onze curadores e a junção de 92 fotógrafos expositores, além da exposição “EU SONHO EM TIRADENTES”. A junção das imagens que apresentaram o resultado da oficina realizada na edição anterior do festival foi conduzida pelo artista convidado Alexandre Siqueira com alunos da Escola Municipal Alice Lima Barbosa e visou a expressão das brincadeiras, fantasias e percepções sobre o espaço em que vivem as crianças..

Além das exposições, foram lançados 24 livros e foi realizada uma mostra com 32 exemplares criados por autores de diversas regiões da América Latina e da península Ibérica. Os livros da Mostra ficaram dispostos sobre mesas no Sobrado Quatro Cantos em Tiradentes. A Biblioteca Foto em Pauta, que é mantida pelo Festival na Casa de Cultura da UFMG agora conta com mais de 100 fotolivros e os números aumentam com cada edição do evento.

O Festival envolve ícones da fotografia nacional e internacional, mas tem como objetivo também o envolvimento do público com a arte da imagem. O evento promoveu 15 palestras com mais de 18 fotógrafos convidados. Foram quatro dias de atividades educacionais dentre os quais três tiveram Projeções Noturnas, com a participação da Lensculture, Revista Umbu, Revista Zum além de coletivos e grupos de estudo dos quatro cantos do país.

Os 15 workshops e cursos oferecidos transitaram entre abordagens mais contemporâneas até visões mais tradicionais da fotografia. O Seminário, novidade no festival, com pensadores, críticos e professores de artes visuais contou com mais de 40 inscritos e e foi um sucesso. Outra novidade foi a Mostra de Portfólios que selecionou 25 artistas e coletivos para apresentar seu trabalho e dialogar com o público, usando a fotografia como experiência artística.

De acordo com o coordenador do evento, Eugênio Sávio, as novidades e seu sucesso são uma consequência do trabalho envolvendo o núcleo de colaboradores que ajudam a pensar o Festival. As novas ações serão incorporadas as próximas edições do Festival cuja função é de dar oportunidade para que as pessoas conheçam, troquem ideias sobre os trabalhos e se sintam estimuladas a produzir seu conteúdo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

1 comentários:

  1. Essa série em destaque é do fotógrafo Layo Bulhão se São Luís/MA que se chama Superfície. Compõe a exposição do Encontros de Agosto.

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil