terça-feira, 25 de abril de 2017

GIFs animados dão vida a tornados impressionantes


A primeira tempestade que Mike Hollingshead perseguiu quase o matou. Em 16 de maio de 1999, o fotógrafo norte-americano começou a preencher seu fascínio por tempestades que carrega desde a infância. Ele logo se viu refugiado em um posto de gasolina e por pouco não foi atingido por dois furacões enormes.

Foi o suficiente para deixá-lo viciado. Alguns anos mais tarde, ele largou seu trabalho de manutenção em uma fábrica da Cargill em Blair, Nebraska, e tem perseguido tempestades desde então. Dirigindo alguns meses durante o ano, Hollingshead gasta seu tempo de inatividade criando tutoriais de fotografia de tempestade e construindo os gifs visto aqui, usando um processo complicado que leva imagens únicas e acrescenta movimento como ele se lembra. Agora, quando começa a temporada de tempestades, ele está se preparando para mais um ano de perseguição à tempestades.



Como a internet evoluiu, Hollingshead conseguiu alcançar quase todos os tipos de sucessos virais possíveis. Nos primeiros dias antes das mídias sociais, suas imagens da Aurora Boreal foram compartilhadas por meio de correntes de e-mail, levando mais de um milhão de pessoas por ano ao seu site. Ele capitalizou sobre isso vendendo DVDs cheios de destaques de suas imagens de tempestade.

Em seguida, suas imagens de tornado começaram a ser usadas por sites de notícias e revistas, muitas vezes ilustrando outras tempestades em outros estados e países. Em 2005, suas fotos foram erroneamente consideradas como sendo do furacão Katrina. Elas foram utilizados até mesmo após o furacão Sandy, com uma foto escurecida da estátua da liberdade "photoshopada" na frente da tempestade. Nesse ponto as fotos originais tinham mais de 10 anos de idade.


Novos locais não aprovados para suas imagens ainda aparecem o tempo todo. Um amigo de Hollingshead telefonou para avisá-lo que suas imagens estavam em um calendário. Outro disse que estavam em alguns programas de TV. Um garoto em Illinois ainda submeteu uma das fotografias de Mike a uma feira do condado e ganhou.

Ter sua foto publicada de forma errada é frustrante para Hollingshead, cuja receita depende unicamente das tempestades que persegue. Por suas estimativas ele dirige cerca de 20.000 a 25.000 milhas por ano para perseguir tempestades em todo o meio-oeste dos Estados Unidos. "Você pode ser uma lenda só por sair muito." Embora ele afirme que há um pouco mais do que isso. "Você tem que estar no ângulo certo da tempestade. Eu gosto de estar no caminho da tempestade. A maioria das pessoas não faz isso. Eles não estão recebendo a curva da tempestade."


Hollingshead muitas vezes volta para casa de mãos vazias depois de dirigir milhares de quilômetros para uma tempestade que não aconteceu. "Uma vez que você faz isso por algum tempo você vai se perguntar: Se você tivesse que dirigir toda essa distância você faria isso de novo para aquela tempestade? A resposta é muitas vezes não. "Mas quando tempestades aconteve de acordo com o planejado, Hollingshead encontra-se cara a cara com a força total da natureza. Exatamente onde ele gosta de estar.

Fonte: Time | LightBox

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil