sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Fotógrafo cria série com antigos pontos de ônibus soviéticos

Christopher Herwig dirigiu mais de 15 mil quilômetros de costa a costa pelo maior país do mundo para registrar estas inusitadas e singulares estruturas

Quando o fotógrafo canadense Christopher Herwig embarcou em sua árdua viagem de Londres para São Petersburgo em 2002, os pontos de ônibus fora de moda não eram mais do que belas fantasias. O que Herwig não esperava, no entanto, era que este seria apenas o início de uma de suas maiores obsessões.

Sua primeira coleção de fotografias, "Soviet Bus Stops", cobriu mais de 30 mil quilômetros através de 14 antigos países soviéticos, incluindo extensas regiões da Ásia Central. Seu segundo volume, "Soviet Bus Stops II", publicado pela Fuel e com um prefácio de Owen Hatherley, é dedicado à Ucrânia, Geórgia e Rússia. Para este último livro, Herwig procurou encontrar os pontos de ônibus mais incomuns, capturando até mesmo os mais inacessíveis, no interior. Após pesquisas exaustivas, ele dirigiu 15 mil km de costa a costa pelo maior país do mundo, na busca de novas variações de uma singular forma arquitetônica.

Com um prefácio do renomado crítico de arquitetura e cultura Owen Hatherley, em seu livro são reveladas novas informações sobre as origens dos pontos de ônibus soviéticos. Examinando a política do governo que permitiu que essas "pequenas formas arquitetônicas" floresçam, ele explica como refletiram os valores soviéticos e como eles permaneceram sendo, apesar de sua incrível individualidade, avanços da ideologia soviética.




















Fontes: Design You Trust, The Calvert Journal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2018 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil