sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Fujifilm lança nova câmera mirrorless X-T3


A Fujifilm anunciou o lançamento na sua nova câmera mirrorles X-T3. Equipada com um novo sensor BMP X-Trans CMOS 4 de 26 megapixels, a nova câmerae pode gravar a até 30fps (no modo de corte) e capturar vídeo 4K/60p. O X-Processor 4 da T3 é três vezes mais rápido que o chip nos modelos atuais da série X. A câmera também tem um ISO base de 160, abaixo dos 200 da sua antecessora, X-T2. Todos os modos de Simulação de Filme da Fujifilm estão inclusos.

A X-T3 tem corpo vedado contra intempéries com mostradores analógicos e LCD articulado de eixo duplo. Tanto o LCD quanto o EVF foram aprimorados, com o primeiro tornando-se habilitado para toque e o último obtendo um aumento de resolução para 3,69 milhões de pontos. O EVF tem uma taxa de atualização de 100fps quando a câmera está no modo "boost", que não precisa mais do grip de bateria para o máximo desempenho. A dioptria EVF agora pode ser bloqueada, e os vários botões da câmera são maiores e têm uma 'sensação de pressão' mais pronunciada.


O sistema de autofoco é uma grande melhoria em relação aos modelos anteriores da série X, com 2,1 milhões de pixels de detecção de fase, fornecendo quase 100% de cobertura. O sistema verifica o foco e a medição 1,5x mais rápido que a X-T2 e é capaz de focar em níveis de luz tão baixos quanto -3EV. A detecção de rosto e olhos foi melhorada, com o último agora disponível no modo AF-C. A Fujifilm também adicionou uma ajuda de focalização 'Microprism Digital', simulando a visão de um localizador de SLR de filme.

Em resolução máxima, a câmera pode disparar a 20fps com o obturador eletrônico ou 11fps com o obturador mecânico. O modo 'Sports Finder' aumenta a taxa de burst para 30fps com um corte de 1,25x. Linhas brilhantes no visor mostram a área recortada. Uma opção de pré-captura disponível armazena continuamente as imagens e salva imediatamente antes e depois de pressionar o botão do obturador. A autonomia da bateria está acima da média para uma mirrorless, com 390 fotos por carga. O grip de bateria opcional permite usar três baterias NP-W126S.


A X-T3 não apenas captura vídeo 4K/60p (DCI e UHD), como também pode produzir 10-bit 4:2:2 para um gravador externo ou capturar 10-bit 4:2:0 internamente (usando o codec H.265). A taxa de leitura do sensor foi aumentada para reduzir o rolling shutter, e novos algoritmos de redução de ruído foram adicionados. É possível gravar filmagens do F-Log (com um ISO mínimo de 640), com suporte ao HLG chegando mais tarde em 2018. A câmera possui soquetes para microfone e fone de ouvido, juntamente com HDMI e USB-C.

A Fujifilm X-T3 tem previsão de chegar ao mercado a partir de 20 de setembro nas cores preto e prata, por US$ 1.499,95 apenas o corpo ou por US$ 1.899,95 acompanhada da lente XF 18-55mm.

via iPhoto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2018 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil