quarta-feira, 10 de abril de 2013

Visor óptico e eletrônico na Nikon?

Projeto do visor eletrônico em DSLR
Em 2010, quando fiz a transição da ultra-zoom para uma DSLR senti uma grande falta de um visor eletrônico, tal como tinha na minha câmera anterior, mas estava adorando o visor ótico da SLR. Achei que estava sonhando demais em querer uma fusão entre os dois.

Recentemente, o blog Nikon Rumos anunciou 3 patentes da Nikon. A primeira é um sistema de iluminação para a troca de lentes, permitido que esta seja feita em lugares sem luz. O segundo é a redundância de contatos, aumentando a confiabilidade deles. E a terceira é justamente o meu sonho, a fusão do visor ótico e o eletrônico.

A fusão do visor ótico com o eletrônico abre um mundo de possibilidades, como  perseguição de objetos e reconhecimento facial, que funciona melhor em Live View, olhando pelo visor da câmera. Ver a imagem depois de aplicada a faixa dinâmica do sensor, vendo assim de forma mais parecida com o resultado final. Rever a foto sem tirar a câmera do rosto, sem competir com a luz do sol, sem ter que colocar óculos (como no meu caso) etc. Preservando a possibilidade de usar como uma SLR, olhando a cena no visor, praticamente sem consumir energia, e avaliar a cena e o enquadramento sem ter que sequer ligar a câmera.

Existem muitas outras possibilidades imagináveis. Se levar em conta o fotômetro de 91 Kpixels RGB usado na D800 e na D4, e se o LCD do visor eletrônico puder ser usado como uma transparência sobre a imagem quando o visor estiver no modo ótico, existe a possibilidade de ver a cena e o histograma aproximado dela avaliado pelo fotômetro, simultaneamente.

Resta saber se a Nikon realmente implementará isto, e quando.

Fonte: Nikon Rumors

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil