segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Fotografia ajuda criança com autismo a se socializar

Quando Max foi diagnosticado com autismo, tudo fez sentido para a sua mãe, Danielle Pritchard. O menino de três anos de Brisbane estava tendo problemas com a fala, com a ansiedade e com o desenvolvimento de habilidades sociais. Pritchard sabia o quão importante seria a intervenção precoce. Como professora, ela já havia trabalhado com crianças semelhantes à sua antes.

Com o tratamento certo e a rotina no lugar, Max começou a melhorar. Logo depois, Pritchard decidiu colocar uma câmera em suas mãos. Desde então, o garoto, agora com quatro anos, tem sido mais focado e capaz de se comunicar melhor com os outros, incluindo sua própria família. "Quando Max tem a câmera na mão, ele tem um ar de confiança ao seu redor", disse Pritchard.

"Tirar a câmera em público permitiu-me ensiná-lo a educadamente abordar as pessoas para perguntar se ele pode tirar sua foto e muitas vezes resulta em grandes conversas e interações com as pessoas."

Com a ajuda da mãe, Max vem compartilhando suas fotos no Instagram. "Ele é bastante específico sobre o que quer tirar fotos. Se eu sugerir algo que ele não quer fotografar, ele me diz diretamente", disse Pritchard. "Temos que eliminar algumas fotos desfocadas para encontrar focadas, mas suas habilidades estão melhorando diariamente, tanto no nível técnico quanto no social".


Desde o início do ano, ele participa de um Programa de Desenvolvimento Infantil na Escola Especial do Estado de Nursey Road, em Brisbane. Pritchard disse que a experiência de seu filho foi um excelente exemplo de como a intervenção precoce correta poderia ajudar as crianças diagnosticadas com autismo. "A intervenção precoce é muito importante, especialmente quando a criança é tão jovem e seu cérebro ainda é maleável... quanto mais tempo se demora, mais difícil é trabalhar com uma criança e suas condições", ela conta.

 A CEO da Autism Awareness Australia, Nicole Rogerson, disse que a intervenção precoce é de grande importância para crianças autistas. "As pesquisas mostram que a intervenção precoce intensiva é um dos tratamentos mais eficazes para crianças com autismo e atrasos de desenvolvimento. No entanto, não é apenas a quantidade de terapia, é também a qualidade." Rogerson disse que ter um filho envolvido em aprendizado ativo é o elemento mais importante da intervenção precoce. "Você quer ser capaz de dividir as habilidades e apresentá-las em componentes ensináveis e então permitir que seu filho tenha a oportunidade de praticar essas habilidades", disse ela.

Rogerson conta que Max encontrou em sua câmera "uma ferramenta para ajudá-lo a navegar pelo mundo ao seu redor". O resultado das imagens de Max são um lembrete visual de que as pessoas com autismo vêem o mundo de forma diferente e percebem coisas que muitas vezes não notamos. Suas fotografias são uma espiada em seu próprio mundo.

Fonte: ABC News

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2018 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil