segunda-feira, 21 de maio de 2012

Os quatro fatores do bokeh

Bokeh (borrado em japonês) é um termo que ficou bastante popular na Fotografia para se referir às áreas de uma imagem que ficaram fora da profundidade de campo das objetivas, ou seja, sem nitidez. Esse é um recurso de extrema importância para destacar o assunto principal, ou mesmo para salvar uma foto quando o fundo é inconveniente. O blog Fotografia D apontou quatro detalhes que fazem parte do procedimento necessário para alcançar este objetivo:

Abertura: Um dos ensinamentos básicos na hora de manipular a exposição é que o grau de abertura do obturador controla a profundidade de campo. Quanto mais aberto, menor é a porção da área com nitidez - isto é, menor profundidade de campo. Portanto, escolha valores de abertura baixos, como de f/2 a f/4 (quanto menor o número f, maior a abertura) se você quiser um efeito bem marcado.

A distância do assunto: Aproximar-se do sujeito é sempre um bom conselho, mas tem relevância primordial nestes casos. Por exemplo, é muito mais fácil criar um efeito de bokeh a 3 metros do sujeito que a 15.

O zoom óptico: Quando você aumenta o zoom, comprime os elementos dentro do quadro, de modo que tudo fique fora de nitidez atrás do objeto. Por exemplo, uma objetiva grande angular não irá criar um efeito bokeh muito evidente, uma vez que ela é projetada para capturar detalhes de longe, mas se você aumentar o zoom com uma lente teleobjetiva de 100 mm a 200 mm, o efeito é óbvio. 

Tamanho do sensor: O sensor vai interferir com o resultado final de muitas maneiras - a desfocagem do fundo é apenas um deles. Por exemplo, seria impossível obter uma profundidade de campo com a câmara de um telefone móvel: o sensor é tão pequeno que o efeito não pode ser apreciado. No caso de uma câmara compacta, é possível manipular a profundidade até um certo grau, mas com dificuldade. E finalmente, com uma DSLR, os resultados podem ser verdadeiramente apreciados pelo seu sensor, que é muito maior. Sensores de formato full-frame geram resultados surpreendentes. 

Fonte: Fotografia D
Foto: Mark Freeman / Reprodução

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

1 comentários:

  1. Eu já testei a profundidade de campo em câmeras médio formato. É bem curta. A Pentax SLR de filme se mostrou curta até em uma boa distância, uns 20 metros. Eu não lembro qual era a abertura máxima da lente que estava nela.

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil