segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

JPEG x RAW: Qual utilizar?

Não por acaso, o RAW é o tipo de formato de imagem mais utilizado pelos fotógrafos profissionais. Ele possui a totalidade dos dados da foto, tal como captada pelo sensor da câmera. Por isso, quando começamos a trabalhar com esse tipo de arquivo, passamos a torcer o nariz para o JPEG e com razão. Editar as fotos em RAW é algo garante a integridade e qualidade da foto original, independende do número de edições.

Apesar disso, em algumas situações, para ganhar agilidade no transporte e processamento das fotos para a internet ou em situações não profissionais, é comum que alguns fotógrafos ainda utilizem o JPEG para esses casos específicos. O fotógrafo dos sites EGO e Paparazzo, Marcos Serra Lima, por exemplo - durante congresso realizado pela iPhoto no ano passado em SãoPaulo - adimitiu utilizar o JPG para seus trabalhos, para agilizar esse processo.

Se você ainda tem dúvidas de qual formato escolher, veja abaixo algumas vantagens e desvantagens de cada formato:

JPEG
Vantagens
  1. Tamanho: É possível salvar um número maior de imagens no cartão de memória e no HD.
  2. É possível enviar por e-mail ou fazer upload de forma mais rápida e sem dificuldades.
  3. Pode ser comprimido.
  4. Permite gravar um maior número de fotos em sequência.
  5. As imagens já saem da câmera prontas para serem impressas.
  6. Pode ser aberto com facilidade em qualquer computador e editado em diversos tipos se software, desde os mais básico.
Desvantagens
  1. Menos controle na edição final do arquivo.
  2. A compressão faz perder dados importantes.
  3. Difícil correção de cor e exposição e quanto feito, a imagem perde qualidade.
  4. Pode apresentar artefatos nas imagens em caso de grandes impressões com JPEG reeditado ou com muita compressão.
RAW
Vantagens
  1. A imagem compreende a totalidade  de dados capturados pelo sensor.
  2. Maior faixa dinâmica, com mais detalhes nas partes claras e nas sombras, o que permite corrigir a exposição com menos perda.
  3. Maior número de cores por arquivo.
  4. Não é diretamente editável. As modificações são salvas em arquivos XMP, para que não haja perda de qualidade na reedição.
  5. Permite a impressão de arquivos em alta resolução.
  6. Pode gerar arquivos JPEG e outros bitmaps, com maiores resoluções e menos perda de informação.
Desvantagens
  1. Tamanho: Os arquivos são grandes, podendo ultrapassar 30MB, cada foto, dependendo da câmera.
  2. Não pode ser comprimido.
  3. É necessário a utilização de programas específicos para ver e editar os arquivos.
  4. Exige pós-processamento no computador, pois a imagem vem "crua".

Sugestão de leitura:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil