domingo, 1 de dezembro de 2013

Acervo de fotógrafo reúne 70 anos da história de Cuiabá

Para a sua tese de doutorado, a historiadora Maria Auxiliadora de Freitas, pesquisou a fundo a obra de Lázaro Papazian, considerado o primeiro repórter fotográfico de Mato Grosso.

Natural de Erevan, o fotógrafo armênio chegou a Cuiabá em 1926 e morreu aos 86 anos após registrar pelo menos 70 anos da história da capital e deixando o que pode ser o maior acervo fotográfico de registros da Cuiabá antiga.

“Política, cultura, social e com a parte do urbano. Essa mescla de fotografias me deu aquela sensação de que era possível trazer o Lázaro de volta à memória do povo cuiabano e dos feitos dele.” - contou a historiadora ao G1.

Entre os registros de Lázaro Papazian está a primeira visita de Getúlio Vargas ao estado, em 1941. Também o encontro do presidente Eurico Gaspar Dutra com Leonel Hugueney, prefeito de Cuiabá na época. E em 1961 registrou a visita de Jânio Quadros.

O historiador Silvano da Silva Siqueira foi o responsável pela organização e acondicionamento do acervo com as obras de Papazian. "A memória é presencial, a memória no papel. Fotografia é história a partir do momento em que os historiadores vão lá e investigam e fazem pesquisa por outros tipos de documento. De maneira a identificar informações naquela fotografia", explicou.

O acervo encontra-se no Museu da Imagem e do Som de Cuiabá, localizado na Rua Voluntários da Pátria, esquina com a Rua Sete de Setembro.

Fonte: G1

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil