sexta-feira, 15 de abril de 2016

Livro resgata as memórias de comunidade de Belo Horizonte

Com fotos e entrevistas, publicação preserva a história da Comunidade da Serra


Neste sábado (16), será lançado em Belo Horizonte o livro Memórias da Vila - História dos Moradores da Comunidade da Serra, projeto contemplado pelo XIII Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia e patrocinado pela Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte que reúne fotografias de Guilherme Cunha e textos da jornalista Joana Tavares. Na parte da manhã, às 10 horas, na Praça do Posto de Saúde do Cafezal, será realizada a distribuição gratuita de exemplares para moradores do Aglomerado e participantes do projeto. Depois, às 15 horas, os autores convidam o público para evento de lançamento que será realizado no Museu Mineiro (Av. João Pinheiro, 342 - Centro). O trabalho é resultado de um projeto de resgate da memória oral e visual das comunidades que integram o maior aglomerado da capital mineira, localizado na região centro-sul da cidade e lar de quase 50 mil pessoas.

Realizado em parceria com a Associação Comunitária Vila Santana do Cafezal, o projeto de convivência com a comunidade teve início em 2010. “Buscamos trabalhar com o mínimo de distanciamento possível, sem a pretensão de querer explicar, organizar ou formalizar teorias sobre a vida do outro. Tínhamos a plena consciência, durante todo o processo, de que não estávamos lidando com um objeto de pesquisa, mas com vidas humanas, com a intimidade e a confiança de toda uma comunidade. Era necessário, portanto, uma outra abordagem e postura de trabalho”, conta Guilherme. A partir de 2013, a jornalista Joana Tavares passou a colaborar para os registros dessas histórias e vivências, uma tentativa de resgatar parte do patrimônio imaterial da população belo-horizontina. “A história de nascimento e desenvolvimento dos aglomerados faz parte da história das cidades. Mesmo não sendo, muitas das vezes, incluídas oficialmente no acervo de memórias das metrópoles, as vilas e comunidades que formam esses aglomerados urbanos são parte integrante indissociável da vida cotidiana e da identidade de Belo Horizonte”, afirma.

Como forma de tornar disponíveis e acessíveis a memória e as histórias dos moradores das comunidades visitadas, os relatos, depoimentos e imagens reunidos durante o trabalho de campo estão agora em uma publicação impressa com cerca de 80 imagens e 21 entrevistas, distribuídas em 192 páginas.

Durante o evento de lançamento do livro no Museu Mineiro, a obra será vendida por R$ 55,00. A verba arrecadada será revertida integralmente para a manutenção dos trabalhos da Creche Irmão Otho – instituição, mantida pela Associação Espírita Christopher Smith, que apoiou a realização do projeto Memórias da Vila. Mais de mil crianças entre 2 e 5 anos já passaram pelo espaço de ensino e acolhimento que atua há mais de 20 anos na região da Comunidade do Cafezal.











SERVIÇO

Lançamento do livro “Memórias da Vila - História dos Moradores da Comunidade da Serra”, de Guilherme Cunha e Joana Tavares

Data: 16 de abril, das 10 às 13 horas, na Praça do Posto de Saúde do Cafezal - Serra
Distribuição gratuita

16 de abril, às 15 horas, no Museu Mineiro (Av. João Pinheiro, 342 - Centro)
192 páginas / R$ 55,00 (Venda revertida para trabalhos sociais da Associação Espírita Christopher Smith, instituição mantenedora da Creche Irmão Otho)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil