segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Dicas para fotografar a Super Lua desta segunda-feira

Prepare sua câmera e convide os amigos apaixonados por fotografia para registrar o aparecimento de uma incrível Super Lua, que surge nesta segunda-feira (14), em todo o mundo.

O fenômeno ocorrerá no céu, quando o auge do perigeu (momento em que a Lua fica mais próxima da Terra) estará a apenas 356.511 km de nós. A última vez que ele ficou tão próximo foi em 1948, quando atingiu a distância de 356.462 km.

O evento deve ocorrer no momento da lua cheia, que só aparece às 11h54 (horário de Brasília), quando o satélite estará a 363.338 km da Terra. Porém, mesmo acontecendo de dia, ele ainda sim poderá ser apreciado melhor após o pôr do Sol, no horizonte leste, ou à noite.

Super Lua (Shutterstock)

Por isso, o Resumo Fotográfico separou algumas dicas para você registrar imagens incríveis.

Câmeras e lentes

Você pode utilizar qualquer câmera, porém as DSLRs garantem melhores resultados, principalmente por acoplarem lentes teleobjetivas. As lentes são outro segredo para este tipo de fotografia, pois quanto mais longas forem melhor. Qualquer objetiva acima de 200mm já irá produzir ótimos resultados.

Tripé e locais para fotografar


Escolha um lugar estratégico, onde a Super Lua possa ser observada e comparada com o tamanho de outras coisas, por exemplo, em meio aos prédios ou árvores da cidade. Tendo local escolhido, posicione um tripé, de preferência, pois ele será importante para evitar que a foto saia borrada ou tremida.

Velocidade e ISO

Se você for fotografar de noite, use uma velocidade de disparo entre 1/125 ou mais, pois apesar de nós não percebermos, a lua move-se relativamente rápido pelo céu e velocidades baixas podem render imagens borradas. Ajuste o ISO equilibradamente, começando com ele baixo e variando conforme for necessário.

Abertura e exposição


Como a Super Lua é brilhante você vai precisar capturar menos luz do que imagina. A abertura ideal varia de f/9 a f/16, assim você garante que a foto saia nítida. Tente mudar o medidor de luz da câmera para “spot metering” e isso fará uma grande diferença, pois desta forma a câmera vai ajustar a exposição somente para o satélite e não para toda a imagem.

Foco e criatividade

Aposte no foco manual. Se necessário, ligue o “Live View” e de um zoom na imagem para garantir um bom foco ao fotografar a Super Lua. E use e abuse da sua criatividade, pois um fenômeno como a de segunda-feira não deve aparecer novamente pelo menos até 2034, quando estará a 363.301 km de distância da Terra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil