terça-feira, 6 de junho de 2017

Série fotográfica imagina um mundo sem roupas

A artista alemã Sophia Vogel fotografa pessoas reais exercendo suas atividades cotidianas completamente nuas


Depois de entrar em sua casa, mas antes de pedir para se despirem, a fotógrafa Sophia Vogel pergunta a seus sujeitos quais hobbies eles têm. "Cozinhar", eles podem dizer, ou "ouvir música". Vogel pede-lhes para executar a tarefa, tira algumas fotos, e depois pede que seus assuntos fiquem nus e voltem a fazer a mesma tarefa, enquanto ela tira mais algumas fotos.

O resultados destes retratos íntimos é a série "With and Without", que explora a nudez como nosso estado natural, sem sua conotação sexual. "Nos últimos anos, a nudez surgiu como um dos tabus da sociedade", disse Vogel ao site Creators. Mas como a maioria de nós não anda pelo mundo sem roupas, a nudez ainda é amplamente vista em um contexto sexual.


Vogel oculta criativamente as partes íntimas de seus modelos por trás de discos de vinil, laptops ou até mesmo animais de estimação. Ela espera que retratar os indivíduos nus em sua zona de conforto mostre a nudez como algo normal. "Eu amo apresentar a nudez de maneira estética sem qualquer contexto sexual", diz ela. "Nem toda fotografia nua deve estar ligada à sexualidade".

Foi relativamente fácil para Vogel encontrar modelos, todos voluntários. Eles chegaram até ela através do Instagram, seu site ou por boca-a-boca. Ela fotografou professoras, dentistas e advogados. Mas ela admite que eles são na maioria millennials. "No momento, infelizmente, só posso conseguir as gerações mais novas", diz ela. "Mas eu adoraria fotografar uma ampla faixa etária".


Menos fácil, talvez, tenha sido fazer com que seus modelos se sentissem confortáveis nus. Ela começa cada sessão com uma conversa, discutindo seus interesses e planejando sua pose até que seus sujeitos se sintam seguros e se abram um pouco. "Quero salientar que estar nu deve sentir-se tão natural como estar vestido", diz ela, citando uma linha do filósofo alemão Heinrich Heine: "Se você pensar bem, estamos todos nus debaixo de nossas roupas".

A nudez é menos tabu hoje do que algumas décadas atrás, mas até mesmo as fotos cuidadosamente compostas em Com e Sem se sentem um pouco voyeuristas. "A pressão de ser um ser sexual é onipresente para todo ser humano", diz Vogel. "Nós somos observados e julgados todos os dias, e a indústria da moda projeta ideias de beleza e críticas sobre nós. Nós estabelecemos padrões elevados para nós mesmos".

"Eu quero falar contra esses padrões ridículos", ela acrescenta. "Ao apresentar todos os tipos de diferentes formas do corpo e posturas naturais, eu adoraria mostrar que todo mundo é lindo à sua maneira".


O trabalho de Vogel é tanto um ato de rebelião contra o desconforto puritano com a nudez, quanto uma demonstração de aceitação. Do ponto de vista de Vogel, estar nu é algo honesto e não corrompido. "A roupa esconde e pode ser usada para mascarar as inseguranças, mas, na minha opinião, as pessoas devem defender-se e resistir aos ideais corporais da sociedade", diz ela. "A nudez facilita a comparação das pessoas. Sem a sua superfície escalonada e superficial, as pessoas parecem mais genuínas".


Para conhecer mais sobre o trabalho de Vogel, acesse: sophiavogel.de.

Fonte: Creators | Vice

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil