sábado, 3 de março de 2012

Entendendo o fotojornalismo

Olá Pessoal! Hoje, aqui no Resumo Fotográfico, um ótimo artigo falando um pouco sobre fotojornalismo!

Poderiamos ficar argumentando o dia todo sobre como o fotojornalismo é o maior meio de comunicação do mundo. Jornalismo escrito ou falado, exige do público o conhecimento da língua usada, o que pode restringir uma noticia usada por esse meio apenas a um pais ou região, mas imagens por sua vez, podem ser entendidas por qualquer um, em qualquer lugar do mundo independente de sua origem. Retratos, uma boa composição, flagrantes podem ser entendidos da mesma forma que se faladas ou escritas.

Esse rápido artigo não fará de você um expert no fotojornalismo mas espero que o coloque no caminho para o maior entendimento do mesmo. Nesse artigo você entenderá como os profissionais da área costumam atuar, o que eles fazem para conseguir imagens estonteantes, e aprenderá como se portar para conseguir tais imagens.

Definindo fotojornalismo

Primeiro vamos entender o fotojornalismo. Em um nível mais básico, você pode criar ou contar histórias com fotos, mas num estado mais avançado é preciso seguir as regras do jornalismo. As histórias terão de ser reais e mostrados todos os fatos, isso com a maior neutralidade possível. Um fotojornalista pode trabalhar em diversas áreas, mais comumente em jornais, revistas, redes ou sites de noticias, também tem crescido muito o número de outras funções menos tradicionais, como mídias não visuais como estações de rádio que tem suas noticias colocadas em sites através da fotografia.

Empregos

Um fotojornalista é aquele que trabalha para um tipo específico de publicação, como os citados acima, e vive apenas disso, seja fazendo reportagens, ou cobrindo algum acontecimento no geral. Existem os freelancers que fotografam para diversos meios de comunicação ao mesmo tempo, diversas empresas ou agencias  contam com os serviços desses profissionais, como eventos esportivos, entre outros trabalhos com tempo determinado. O terceiro mais comum tipo de fotojornalista é aquele que trabalha para agências. Jornais e outros meios de comunicação contam com essas agências para obter fotos de lugares onde não podem ter um representante próprio para tal cobertura ou acontecimento.

Notícias Gerais

A foto abaixo tem uma assinatura típica: "Meu editor disse que existe um grande professor naquela escola que tem o princípio de construir caráter. Em sua turma de esportes ele ensina integridade e honra. Por isso preciso de uma imagem que retrate tudo isso".


A vida de um fotojornalista pode ser excitante. Você pode estar em qualquer lugar com todos os tipos de pessoa. Mais do que fotografar, podem existir uma variedade de experiências que podem ser recompensadoras não só profissionalmente como também pessoalmente. Notícias em geral, são justamente o que o nome diz, "No geral"; Um jantar, uma fundação, um protesto, uma entrevista coletiva, uma premiação, ou um projeto de crianças plantando árvores, tudo isso se encaixa notícias em geral.

A chave para cobrir esse tipos de eventos  (e outros tipos de noticias) é tentar contar a historia inteira com sua imagem. Por exemplo a foto abaixo acompanha uma historia de uma classe de ciências que acompanhou um enfermeiro ajudando um pequeno pássaro a se recuperar. A foto consegue mostrar todos os elementos da história, o pássaro, a classe, o enfermeiro e o ato da ajuda.


Esportes

Fotojornalismo de esportes, é uma versão mais especializada de notícias. É necessário um ótimo senso de posição e tempo para captar as fotografias no tempo exato da ação. Nesse tipo de fotografia o que costumasse procurar é conflito e emoção. Usualmente numa foto de futebol de campo por exemplo, buscasse colocar jogadores de ambos os times disputando a bola, ou a comemoração de gol, a lamentação pela perda de um etc...Conflito e emoção.

Fotografias de esportes geralmente são o contrario fotografias de noticias gerais. Enquanto que no primeiro tema busca-se uma fotografia que marque o momento, o jogo, e ela é definida como a fotografia que mostra o que definiu a partida, já na fotografia de noticias gerais, busca-se com apenas uma imagem explicar todo o contexto.

Retratos

Fotojornalistas, quase não fazem retratos. Como usualmente capturam o momento, não pedem para as pessoas posarem, preferem a espontaneidade, o elemento surpresa. Mas mesmo assim existem algumas ocasiões onde essa necessidade se faz maior, como entrevistas por exemplo, seja um juiz em seu escritório, ou um artista em seu atelie, esses são os raros momentos onde uma pose para o fotojornalista se faz necessário.

História fotográfica

O ultimo tipo de trabalho fotojornalístico mais comum, são as historias fotográficas, também chamadas de "documentários". Esse tipo de trabalho exige mais do fotografo, geralmente eles buscam não só conhecer a historia, mas sim vivencia-la. Assim é comum por exemplo um fotógrafo passar meses numa tribo indígena, afim de conhecer as pessoas, contar uma historia, agora não com apenas uma foto mas sim com uma série delas.

Fotojornalismo é um campo extremamente competitivo. Ter conhecimento técnico é só o começo para uma carreira promissora, nenhum livro vai lhe dar experiencias de campo, macetes, entre outras coisas que só os profissionais mais renomados e experientes têm. Para isso é preciso sair, testar-se, fazer-se presente em todo o tipo de notícia possível. Antes de se lançar no mercado, procure fazer seu portfólio com fotografias de diversas notícias. Versatilidade para um fotojornalista em início de carreira é algo imprescindível. Nunca se sabe quando haverá um acidente ou desastre, e pode ser que seu jornal precise de você, mesmo que sua função inicial combinada fosse a de entrevistar e fotografar artistas da cidade, é preciso estar preparado para cobrir tudo, com a máxima qualidade possível.

Lembre-se, os grandes elementos do fotojornalismo são: Luz, composição e momento. Consiga uma boa dose desses trés numa única imagem e veja o bom resultado nos olhares e comentários alheios.




Equipamentos

Hoje em dia numa era tecnológica, é preciso fazer parte dela ou então você verá seu companheiro fotojornalista passar a sua frente e enviar a foto que você também tirou ganhar a capa de uma edição on-line. Adrenalina, rapidez, é isso que um fotojornalista de noticias gerais e esportivas precisa, esse tipo de noticia envelhece em questão de minutos pois a internet e sua velocidade faz com que 5 minutos depois de um acidente na esquina da rua de casa, já esteja on line para milhares de pessoas verem.

Um notebook ou IPad com uma internet 3G é estritamente necessário, se uma conexão entre sua câmera e seu computador for possível não pense duas vezes. Qualquer minuto perdido baixando as fotos pode fazer toda a diferença.

Ética de pós-produção

Aqui um ponto simples. Não se deve "programar" um acontecimento, posicionar personagens, (exceto em caso de retratos como já dissemos). Manipulação de imagens em fotojornalismo é algo abominável. Em alguns casos, um pequeno crop, uma realçada em contraste, brilho, saturação seja talvez aceitável, mas nada que mude o contexto da imagem, nada de montagens ou criações. Mudanças bruscas numa fotografia publicada, se descobertas podem colocar abaixo toda sua pretensão de ser um fotojornalista.

Aproximação e atitude

Sem uma boa atitude, a aproximação jamais será necessária, muitas vezes será necessário convencer as pessoas a deixar que você as registre, que conte sua história. Boas histórias não vem fácil, mas podem se tornar comuns no seu currículo caso consiga unir simpatia com determinação. Você estará lidando com pessoas, cada uma com seu toque seu jeito, aprenda a respeitar esses limites e dificilmente terá problemas.

Texto: Cameron Knight
Fonte: Photo Tuts Plus
Tradução e adaptação: Alex Teixeira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil