segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Lightroom: Fluxo de trabalho - Parte II

Este texto é continuação do artigo postado anteriormente: Lightroom: Fluxo de trabalho - Parte I

Preferências:

É possível definir as preferências para deixar a interface do Lightroom de acordo com as necessidades do usuário. Vá em Editar > Preferências... ou atalho Ctrl + , (Ctrl + vírgula). Vai abrir a caixa de diálogo de Preferências. No Mac OS: Lightroom > Preferências.



Na aba Geral você pode:
  • Definir o Idioma de sua preferência (ver na fig. *01)
  • Definir as configurações para mostrar a tela de apresentação do Lightroom a cada vez que ele inicializa e também pode marcar para verificar as atualizações do Adobe Lightroom automaticamente. (ver na fig. *02)
  • Ao inicializar o Lightroom ele pode abrir um catálogo específico ou você pode escolher qual abrir quando ele incializa. (ver na fig. *03)
  • Definir opções de importação. (ver na fig. *04)
  • Escolher sons de conclusão. (ver na fig. *05) 
  • Redefinir todas as caixas de diálogo de aviso na área Prompts. (ver na fig. *06)
  •  Acessar configurações do catálogo. (ver na fig. *07)

Ao clicar em "Ir para configurações de catálogo" (ver na fig. *07)  abre uma nova janela de diálogo. Nela você tem as definições como: Frequência de backup do catálogo na aba Geral - Qualidade de Visualização dentre outros na aba Manipulação de Arquivos - Metadados na aba Metadados.

Na aba Predefinições você escolhe as configurações das predefinições que serão aplicadas às fotos quando elas forem exportadas para o Lightroom.




Na aba de Edição Externa você define:


Converte o arquivo Raw em formato TIFF ou PSD e o arquivo será exportado e vai abrir automaticamente, quando você assim escolher, no caso de edição adicional, no aplicativo Photoshop. Converte para o Espaço de Cor que melhor te atende. Define a Profunidade de Bits (Arquivos de 8 bits são menores e mais compatíveis com vários aplicativos, mas não preservam os detalhes de tons finos dos arquivos de 16 bits). E por fim a Resolução do arquivo.

Em Editor externo adicional você define:
Criar predefinições para editores externos.
O Aplicativo onde você irá trabalhar em edições externas ao Lightroom, desta forma, no momento de exportar as fotos, na Janela de Diálogo, você pode definir que sua imagem será aberta automaticamente no aplicativo escolhido.
Para o formato TIFF existe a opção de Compactação (ou não). O ZIP é um método de compactação sem perdas.

Personalizar o nome do arquivo que será exportado.
Obs:  É possível escolher um editor externo através do menu Foto > Editar em > (Escolher o aplicativo) nos módulos de Biblioteca ou de Revelação.


Na aba Manipulação de Arquivos você escolhe:

A extensão do arquivo DNG (se em letra minúscula ou maiúscula). Compatibilidade do ACR (versão) e tamanho da visualização do arquivo JPEG.

Como será feita a Leitura de Metadados: se deve reconhecer ponto (.), barra (/) ou barra invertida (\) como indicação de hierarquia das palavras-chave, e não como palavras-chave simples. Lembrando a vocês que a barra vertical (|) é automaticamente reconhecida como separador de hierarquias.

Você pode definir também que na hora de gerar nomes de arquivos, alguns caracteres devem ser considerados como ilegais e por quais devem ser substituídos e se houver espaço (quando o nome criado for de duas ou mais palavras) de que maneira este deverá ser tratado, se deixar como está ou se deve ser substituído por traço (-) ou sublinhado (_).
Ainda, configurações de cache.
Não sabe o que é cache? Consulte o wikipédia.


E por último a aba Interface. Nela você define:



Em Painéis temos as opções de:
Em Marcas Finais, você escolhe entre nenhum, padrão (floreado) ou algum outro da lista. Estas marcas aparecem no final de cada painel do Lightroom. E o Tamanho da Fonte dos painéis.



Em Luzes Apagadas você define a Cor da Tela e o Nível de Enfraquecimento.
Em Plano de Fundo você define Cor de Preenchimento e Textura da Janela Principal e Secundária.



Também pode definir Entrada de Palavras-chave (como elas serão separadas), Tira de Filme (classificação e escolhas, emblemas, pilhas, foto no navegador e informações sobre a foto) e Ajustes de Zoom, OpenGL (Open Graphics Library) para vídeos e Suavização de fontes.

Neste artigo você pôde entender e usar a Janela de Preferências do Lightroom. É aqui que você fará com que o Lightroom te atenda conforme suas preferências. Coisas simples e que por vezes incomodam, como por exemplo, ao inserir um cartão de memória ou outro dispositivo removível, o Lightroom inicializa automaticamente, podem ser redefinidas nas Preferências, evitando que o usuário se aborreça com o aplicativo desnecessariamente.

É isso aí pessoal. Espero que tenha sido útil e nos encontramos na próxima semana. Enviem sugestões para os próximos artigos, comentem e compartilhem! Até lá!!!


Parte I - Parte II  - Parte III

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil