sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

A Nikon D400 demorou tanto que lançaram a D500


Há muitos anos é pedida uma sucessora da Nikon D300s, que foi a top da Nikon para tamanho de sensor DX em sua época. Ela seria a contrapartida da Nikon D4 e D4s usando um sensor de tamanho DX, tal como a D300 e a D300s foram para a D3 e a D3s. Mas neste tempo a Nikon parece ter decidido o seguinte:
  • Profissionais tem que trabalhar com Full Frame.
  • Extinguir a linha que culminou na D90, que foi um grande sucesso.
  • Criar a linha D7X00 para substituir a linha da D90, mas com algumas vantagens a mais.

Só que muitos fotógrafos, inclusive profissionais, trabalhavam com câmeras intermediárias, como a D90, e as da série D7X00.  Outros trabalharam com a D200, a D300 e/ou a D300s, as top DX. As câmeras e as lentes DX em geral são mais leves, e mais baratas. Muitos fotógrafos já tem uma acervo de lentes DX, e teriam que trocar estas lentes pelas FX, o que não seria barato. Etc.

Muitos passaram anos esperando por uma D400, e cobrando o lançamento dela. Basta ver a lista de rumores no site Nikon Rumors sobre ela. Voltando no tempo chega a 2009, pelo menos.

Então finalmente lançam a D5, a sucessora da D4s. Com um sensor novo, um sistema de auto-foco novo, um fotômetro novo, um processador novo, novo LCD, recursos novos etc. Uma câmera realmente impressionante, e junto lançam a contrapartida DX dela, que não pode ser chamada de D400, e sim, D500, pois pertence à geração da D5.

A D500 e a D5 compartilham muitos dispositivos, como o fotômetro, o sistema de auto-foco, o processador, o LCD etc. A principal desvantagem do da D500 diante da D5 é o tamanho do sensor. A D5 atinge um ISO maior por causa disto. A D5 também tem um obturador projetado para durar mais, e é capaz de fazer 12 FPS, e até 14 com o espelho travado, e a D500 "só" alcança 10 FPS (Como se 10 FPS já não fosse muita coisa.).

Mas ainda tem algo interessante na D500. Em muitos aspectos ela é superior à D5. Ela é capaz de filmar em 4K por até quase meia hora, contra 3 minutos na D5. Pode sincronizar com o cintilamento da iluminação para fazer uma foto no momento de pico de luz, o que a D5 não é capaz de fazer. O novo sensor de auto-foco cobre todo o quadro DX, portanto todo o quadro da D500, mas só uma região central na D5. Ela tem um LCD móvel como o da D750 e o da D5 é fixo. E mais um conjunto de coisas interessantes.

Parece que - se não precisar de mais de 10 FPS, do ISO todo que a D5 alcança, e não pretende passar de 200 mil disparos - vale mais a pena comprar a D500 do que a D5.

Outra coisa que se pode entender é que a Nikon voltou atrás e agora admite que fotógrafos profissionais podem trabalhar com o formato de sensor DX.

Fontes: Nikon Rumors, DPReview.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil