quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Exposição de fotógrafo americano causa protestos na Rússia

Jock Sturges retratou as colônias nudistas nos Estados Unidos e sua mostra em Moscou foi fechada após ser acusada de "pornografia infantil"

Jock Sturges apresentando sua exposição no Centro de Fotografia Lumiére, em Moscou (Foto: Anatoly Strunin)

A exposição "Sem Pudor" do fotógrafo norte-americano Jock Sturges, que estava em cartaz no Centro de Fotografia Lumiére, em Moscou, foi encerrada depois de várias manifestações de desagrado quanto ao seu conteúdo. As informações são da rede RTP.

O fotógrafo retratou o dia-a-dia das colônias nudistas nos Estados Unidos e, mesmo tendo sido classificada para maiores de 18 anos, a galeria acabou por fechar as portas face às muitas acusações de "pornografia infantil".

Nataliya Litvinskaya, responsável pelo evento, justifica a decisão de fechar portas com a violência de alguns grupos de protesto: "Este centro tem por objetivo expor a arte fotográfica russa e estrangeira. Não vou manter uma exposição face a esta agitação e ao comportamento inadequado de algumas pessoas".

No último domingo (25), um grupo de manifestantes demonstrou o seu descontentamento à porta da galeria, chegando a vandalizar algumas das obras expostas. Um dos manifestantes declarou que a "exposição viola os valores russos, nós temos os nossos próprios valores e estes não incluem pedofilia ou fotografias de crianças nuas".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2016 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil