terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Fotojornalista é detido pela Guarda Civil de São Paulo

Repórter registrava a abordagem da Guarda Municipal a moradora de rua quando foi detido (Leo Pinheiro/ARFOC-SP)

Na manhã desta terça-feira (31), o fotojornalista Leo Pinheiro, no exercício pleno da profissão, foi detido por policiais da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo e conduzido até a delegacia, sob alegação de obstrução a ação policial. As informações são da ARFOC-SP.

O repórter estava em pauta na região central da cidade quando percebeu a abordagem da Guarda Civil a uma moradora de rua. Ao se posicionar para registar a ação, ele foi abordado pelos policiais, que deram voz de prisão alegando que o profissional estava “atrapalhando” o trabalho da polícia.

Pinheiro foi algemado e levado a delegacia, onde permaneceu detido por duas horas. Autoridades da Guarda Civil, ao perceberem o descompasso da ação mudaram a versão, alegando que o profissional foi levado a delegacia como convidado, para que fosse testemunha no caso. Em seguida o profissional foi liberado.

Por meio de uma nota publicada no Facebook, a ARFOC-SP repudiou a ação da Guarda Civil e informou que já entrou em contato com a secretaria de segurança publica para tomar as devidas providencias.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

3 comentários:

  1. Até quando?Vamos conviver com censura no trabalho da imprensa. Profissional algemado por estar cumprindo a missão de informar como diz a contituicao.temos que conviver ainda com a truculência de agentes despreparados.

    ResponderExcluir
  2. E tem os idiotas que pedem a volta da ditadura militar.

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil