sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Ensaio: O Irracional, o Surreal, o Onírico, a Essência Animal


Criada pelo fotógrafo brasileiro André Donadio, “O Irracional, o Surreal, o Onírico, a Essência Animal” é um ensaio fotográfico que comemora a nudez como parte da mais pura essência humana, sendo ela uma representação não apenas da liberdade, mas também da proibição, da vergonha e do tabu, que são tão enraizados culturalmente.

Na fotografia, o espectador tem o papel ativo de construir significado a partir do olhar que ele lança para a obra, absorvendo a imagem de forma espontânea e fazendo uso de suas próprias sensações e repertórios, criando a possibilidade de imaginação, de absurdo, de espanto, de admiração. Tendo essa ideia como ponto de partida para o projeto, o nu começou a aparecer em situações inusitadas, oferecendo ao espectador o exercício da inconsciência, de maneira que a sua interpretação passeie pelo mundo onírico, surreal e absurdo antes de esbarrar em conceitos cristalizados.

As máscaras de animais presentes na obra surgiram como elemento para causar estranheza, remetendo aos seres irracionais, que tendem a viver mais próximos da essência da natureza e do puro, sendo menos influenciados pela cultura, com suas leis e regras. O projeto ganhou ainda mais forma a partir da realização de parcerias com outros artistas, que posaram para as fotos e contribuíram com o alargamento do conceito, experimentando, arriscando e compondo, o que resultou numa criação coletiva que hoje conta com cerca de 60 fotografias.

Através de sua obra, Donadio espera proporcionar ao espectador a sensação de sonho, uma dissociação da realidade racional, principalmente, em tudo que se refere ao senso comum sobre a nudez, a sexualidade, a sedução e o proibido.







Fonte: Convocatória Portfólio em Foco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
COMUNICAR ERRO

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2010-2018 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil