quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Um olhar amoroso sobre o mundo LGBTQ em 3 novos fotolivros

outubro 08, 2020 | por Adriana Vianna

Três lançamentos históricos entre setembro e novembro chegam para ampliar o debate sobre o amor e a liberdade 


Dentro da coleção há imagens que são superstar - esta é uma delas. É uma das cinco deste jovem casal, por volta de 1900, todas tomadas na mesma sessão. As outras quatro variam do divertido ao romântico. (Coleção Nini-Treadwell © “Loving")

LOVING - Amando 

Uma história fotográfica de homens apaixonados traz uma narrativa visual de rara sensibilidade apresentando uma coleção única com mais de 2.700 fotografias tiradas entre os anos 1850 e 1950. O grande álbum retrata o amor romântico entre homens nos mais variados contextos. Todos nós sabemos o que significa se apaixonar, manifestar os próprios sentimentos, e essa consciência surge com força para quem aprecia a obra. Amar e ser amado talvez seja um paradigma que envolva toda a humanidade. Os sentimentos e as emoções que emergem muitas vezes são impetuosas, abrangentes e, às vezes, inexprimíveis. É nessa hora que as fotografias revelam esse estado amoroso, direito de todos. Na maioria dos casos, os casais são os únicos sujeitos da imagem, mas há muitos casos em que existem outros personagens nas cenas, com o papel nem sempre sutil de testemunhas - a estes devemos, naturalmente, adicionar o fotógrafo, que muitas vezes é a única pessoa capaz de imortalizar a cena que aparece diante de seus olhos. É importante também considerar o contexto cronológico das fotos, sem esquecer que por trás de cada cena se esconde um amor muitas vezes proibido, cheio de durezas e emoções reprimidas. As mais de 300 imagens que animam este volume também apontam para as inúmeras transformações que ocorreram entre os séculos 19 e 20 nas áreas de moda e design. 





Esta é a menor fotografia da coleção e uma das mais antigas. É de um tipo de lata do tamanho da unha de um homem, o que torna sua clareza ainda mais surpreendente. Data de meados do século XIX. (Coleção Nini-Treadwell © "Loving")


SELF EVIDENT TRUTHS - Verdades Evidentes: 10 mil retratos da América Queer

No espírito de Richard Avedon, esta obra contém retratos fotográficos impressionantes de 10 mil pessoas de todos os EUA, trazendo cara a cara centenas de LGBTQ da América cuja Declaração de Independência afirma que "todos são criados iguais". Porém, milhões de pessoas nos EUA são privadas de direitos básicos simplesmente porque não são heteronormativos. Acreditando que é impossível negar a humanidade de qualquer pessoa, uma vez que você olha em seus olhos, iO Tillett Wright embarcou em um ambicioso projeto para fotografar os rostos de pessoas em todo o país que se identificam como algo diferente de 100% heterossexual ou cisgênero. São 10 mil pessoas de todos os 50 estados fotografados num período de quase dez anos apresentado em sua totalidade neste livro inspirador. São rostos de todos os tipos, marcados pela idade, com um sorriso largo ou mortalmente sério. Cada uma dessas imagens conta uma história pessoal e cada uma dessas histórias tem o poder de transformar estereótipos em visões complexas de um grupo de pessoas. Self Evident Truths faz perguntas fundamentais sobre identidade e liberdade enquanto prova que os conceitos de sexualidade e gênero não são preto e branco, eles são 10 mil tons bonitos e ousados.  Site Oficial. 


Pearl Bizarre, 28, drag queen; Lisa, 24, autônoma; Papa Bear, 53, aposentado; Vinay, 21, gerente, e Taye Self Evident Truths: 10,000 Portraits of Queer America por Io Tillett Wright © Prestel Verlag, Munique · Londres · Nova York, 2020






RAINBOW REVOLUTION - Revolução do arco-íris 

Totalmente diferente dos trabalhos acima, Rainbow Revolution, é uma coleção criativa de retratos vibrantes que celebram a expansão do espectro de identidade e visibilidade queer.  Com uma grande caixa branca vazia, o renomado fotógrafo Magnus Hastings convidou membros da comunidade LGBTQIA+  para visualizar o espaço de forma criativa, engraçada, política, pessoal, atrevida, mágica e prática onde cada pessoa se apresenta como gostaria de ser vista. O álbum apresenta mais de 300 fotografias e inclui uma série de ensaios curtos e comoventes de alguns sobre quem eles são e o que isso significa. É uma celebração incrível e diversa da identidade e comunidade queer. Orgulhosa, lúdica, desafiadora e diversa, as imagens e pessoas representam a força de conhecer e expressar quem são.  Site Oficial.