sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ferramenta online ajuda a encontrar as lentes que você gosta


Se você está tendo problemas para decidir qual próxima lente comprar e mergulhar nos detalhes técnicos não está ajudando, uma simples ferramenta online chamada What the Lens pode ser capaz de ajudá-lo. Criada pelo fotógrafo Willie Chik, a ferramenta recomenda uma lente a partir das fotografias que você escolhe em uma galeria.

O site extrai imagens do 500px, classificando-as automaticamente pela marca, para que você possa encontrar suas lentes favoritas da Canon, Nikon, Fuji, Sony FE, Sony A, Olympus ou Panasonic. Então, uma vez que você selecionou sua marca, você pode dividir a galeria por categorias, selecionando Paisagens, Macro, Animais, Viagem, Pessoas e Cidade.


Finalmente, uma vez que você fez tudo isso, é hora de escolher suas 20 fotos favoritas. Você pode rolar para baixo o quanto quiser, carregando mais fotos até encontrar 20 imagens que você realmente goste, e uma vez terminado, o site irá revelar qual lente combina melhor com você, além de onde você pode adquiri-la.

É importante frisar no entanto, que as nossas escolhas por fotos não se referem apenas às características das lentes, mas também a diversos fatores relacionados às nossas preferências estéticas. Mas se você está procurando uma maneira simples e possivelmente divertida de determinar qual lente merece estar na sua lista de compras, vale a pena olhar no What the Lens.

Fonte: DPReview

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Série fotográfica celebra a diversidade dos tons de pele


O fotógrafo londrino Chesterfield Hector teve a ideia de fazer um livro de fotografia em 2012. A intenção era fazer um projeto focado na beleza encontrada nos diferentes tons de pele e fotografar pessoas de todo o mundo.

Vindo de uma família onde todos eram de um tom diferente, Hector sempre achou a variação nos tons de pele muito interessante. No entanto, por sua experiência com fotografia ainda ser curta acabou não levando a ideia adiante.

Em agosto de 2016, com a morte sua mãe, o fotografo resolveu então dar a devida importância de realizar seus sonhos enquanto você ainda é capaz de fazê-lo e inciar o projeto "Skin Tones". "Este livro é dedicado à memória de minha mãe", conta Hector.

"Eu escolhi o tópico porque eu queria mostrar que a beleza vem em todas as cores e promover uma mensagem de estar confortável em sua própria pele. Eu também acho que esta mensagem é extremamente relevante, dado o recente aumento de xenofobia. Vivemos em um mundo onde se tornou comum para os líderes mundiais usarem reações de ódio para dividir a sociedade."

Cerca de 50 pessoas foram fotografadas para o livro. A maioria dos modelos foram encontrados através de agências, mas alguns também foram encontrados através de mídias sociais ou de transportes públicos. O projeto apresenta uma variedade de modelos, dançarinos, garçonetes, banqueiros, estudantes e várias outras pessoas. "Tentei capturar a maior diversidade possível no livro e garantir que todos os tons de pele estejam incluídos", diz Chesterfield.

Para publicar o livro, Hector decidiu criar uma campanha de financiamento coletivo no site Kickstarter. Os interessados em apoiar o projeto, podem adquirir um exemplar do livro por £44, até o dia 2 de outubro. Infelizmente, não há envio direto para o Brasil.











Fonte: Bored Panda

Artista cria obras fantásticas com fotografias compradas de bancos de imagens


Criado pela fotógrafa polonesa Weronika Gesicka, "Traces", inspirado no vintage, é um projeto baseado em fotografias compradas em bancos de imagens - cenas familiares, lembranças de férias e vida cotidiana - suspensas entre verdade e ficção, que são difíceis de descobrir se são espontâneas ou totalmente encenadas,  nos trazendo imagens antigas e as enchendo com uma nova e estranha vitalidade.

Não sabemos nada dos laços reais entre os indivíduos nas fotografias, só podemos adivinhar a veracidade de seus gestos e olhares. Quem são, ou foram, essas pessoas nas fotografias? Eles são atores que se passam por famílias felizes ou pessoas reais cujas fotografias foram colocadas à venda pelo banco de imagens? Algumas estão presentes, já outras se desaparecem nas imagens, mas sempre deixam um rastro.

Gesicka considera que as imagens, modificadas de várias maneiras, estão envolvidas em um novo contexto: nossas lembranças dessas pessoas e situações são transformadas e, gradualmente, borradas em uma nova realidade.

"Traços são, por definição, marcas ou outras indicações da existência ou da passagem de algo. Evidência de presença. Confirmação de participação. Exemplos de tais vestígios são fotografias, que documentam a existência de pessoas, situações e momentos. Elas são como engramas que ocorrem através de certos estímulos e experiências."
















Fonte: LensCulture

Postagens por categoria


 
Copyright © 2010-2017 Resumo Fotográfico. Termos de uso.
Belo Horizonte, MG - Brasil